Shhhh, they're talking about you.

Então, o dia ontem foi legal.
Achei a metade de uma bananada no bolso do meu jaleco. Devia estar ali há algumas poucas semanas. Estava gostoso.

Junho acaba de acabar, e não fui a UMA festa junina. Todo ano é a mesma coisa. Eu prometo a mim mesma que vou frequentar todas, tirar o atraso de hot dog de barraquinha, o mês acaba sem que a agenda registre nenhum compromisso incluindo fogueiras, quentão e maçã do amor.

Quero minhas quermesses de novo. Quero tocar de novo a campainha de estranhos pedindo pra pedir pra fazer xixi. Quero ter dor de barriga de tanto comer cachorro quente. Quero ganhar canecas de plástico de cores horrorosas nas barracas de pescaria. Quero receber torpedinhos românticos de catiços desconhecidos, extasiados pela minha estonteante beleza. Quero acertar a argola no gargalo (epa). Quero me mijar de rir das vizinhas sem talento dançando quadrilha e pagar o mico de me apaixonar por um dos meninos de camisa xadrez, chapéu de palha desfiado e um dos dentes da frente pintados de preto com o lápis de olho da mãe. Enquanto a dança durar.

Okay, esgotada a cota de idiotice do dia.

p.s.: então, eu fui MESMO citada no Jô? Que bacana. Eu não assisti. Mas parece que o evento blogueiro do qual eu fui protagonista foi de grande dimensões. Stalkers, hackers e turma associada: eu lamento informar, mas vocês tiveram o trabalho e eu levei a fama. Rárá.

No comments