A hard day's night.

Tive uma noite fantástica. No mau sentido.

Às dez e meia desliguei o micro e fiquei feliz por estar indo dormir quase à hora recomendada para uma mocinha de família. Assim que meti a mão no interruptor da luz, prestes a me encaminhar para a cama, a porra do telefone toca. Eu já disse que odeio telefones umas mil e quinhentas vezes? Ainda assim, não terei dito o bastante: EU ODEIO TELEFONES. Eu devia ter feito o de sempre: ignorar o toque. Mas o toque do meu aparelho é estridente, sabe. E eu estava numas de ir dormir, sabe. E minha mãe já tava no décimo pesadelo e não ia acordar pra atender, sabe. Atendi. MAU SAPÃO.

- Alô... (voz de Lolla puta e pra pouquíssima conversa).
- Oi, sua mãe tá acordada??

WHAT THE FUCK, pensei eu.

- Dormindo. Liga amanhã.
- Olha... Sou eu, Margareth, a vizinha do prédio quase aqui em frente... Presta bem atenção no que eu vou te dizer...

AH PRONTO, pensei eu.

- Tem um cara querendo pular pra dentro da sua casa... Ele tá de calça jeans e blusa branca. Tá em pé em cima do muro da casa ao lado olhando pra dentro do quintal de vocês...
- Tá legal.

Eu sou sem noção assim mesmo. Apesar de estar ouvindo algo supostamente aterrorizante, tudo em que eu consegui pensar foi: "Ok, Margareth, agora eu preciso dormir" e "que ladrão mais arrumadinho... Tia, se ele for gato me avisa que eu vou lá abrir a porta, RÁ".

- Tá legal????
- Eu faço o quê? Chamo a polícia? - e eu disse isso sem o me-nor entusiasmo, só porque achei que deveria dizer. Acho que até mandei um bocejo nessa hora, by the way.

- Melhor subir no terraço e ver se ele realmente tem a intenção de invadir. Se você achar que sim, ligue pra polícia.

Ah, BOA. Primeiro ela achou que, tendo alguém praticamente dentro do meu quintal, eu seria louca a ponto de escancarar as portas da fortaleza pra checar whatever the fuck. E se ela achava mesmo que havia a possibilidade de ele não querer invadir, porque ligou para meter o terror? E porque cacetes não chamou ela mesma a polícia?

- Tá bom então. Valeu. Tchau.

Click. "Ah, agora eu vou dormir!", pensei eu. Mas a alegria durou pouco. A Margareth é amiga da minha mãe. Outra das desocupadas que vivem gravitando em torno dela. Amanhã, CERTEZA, ela vai tocar no assunto. E minha mãe vai me fritar em dendê porque eu não avisei. Imagina só. Um "mau elemento tentando invadir a residência", e eu fui dormir. Que absurdo!!!

Absurdo era o meu SONO. Mas tá bom, vamos à boa ação do dia. Acordei a velha: "mãe-a-vizinha-ligou-e-disse-que-tem-alguém-pulando-o-nosso-muro-boa-noite-me-acorde-às-seis".

- HEIN???????????

Porra. Fodeu, fodeu, fodeu.

Nos sessenta minutos que se seguiram a isso, ela surtou. Ligou para TODOS os telefones de amigas num raio de vinte quilômetros. Ficou recebendo ligações de volta de cada uma delas. Acendeu velas e orou. Me fez ficar de guardiã com os olhos grudados no visor da porta principal. Rastejou feito uma lagartixa pela casa, olhando por debaixo de frestas de portas. Fritou um ovo pra comer. Sequestrou um balde para o próprio quarto, com objetivos nada nobres. Eu bem que tentei ir pra minha querida cama durante o período. Não deu. O telefone tocava a cada dez segundos. A cada toque, uma desocupada diferente tocando O Terror Psicológico à la Hitchcock.

Finalmente, uma soneca de meia horinha. Da qual fui acordada à meia noite, com o ruído da porta da frente sendo escancarada. Bom, OU o ladrão conseguiu o que queria OU minha mãe pirou de vez e está abandonando o navio, feito os ratos. Abro a porta do meu quarto, esfregando os olhinhos no meu pijaminha de malha rosa listradinho e pantufa amarela e dou de cara com TRÊS POLICIAIS MILITARES, arma em punho, no meio da minha cozinha.

- A saída pro terraço é aqui, dona?

WHAT THE FUCK?!?!?!?!?!

Minha mãe apontou a subida, olhar grave. Nesse instante eu percebi que estava fodida e mal paga. Tranquei a porta do quarto, fui dormir e dormi mal; um sono povoado de pesadelos monstruosos. Acordei às seis e são os meus restos que digitam essa porcaria aqui, agora.

Eu acho que preciso ir dormir.
Por precaução, o telefone já está fora da tomada. Os DOIS.

No comments

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥