Goodbye. For now.


Bye bye, Engerland.
Amanhã às nove eu vou embora. 14 horas de avião, três semanas longe dele, sabe-se lá quantos meses longe daqui.

Amanhã começa uma contagem regressiva para algo que eu nem sei o que é. Isso assusta a quem nunca gostou de mudanças por nunca ter aprendido a lidar com elas. Curso intensivo, então.

Penso em morder a barriga gorda da minha gata gorda. Fazer fofoca com a minha mãe, rir das abobrinhas do meu pai. Beber com meus amigos, comer bobagem por uns dias e depois voltar à dieta. Ver bastante programa lixo na TV. Contar "como foi a viagem" umas 62374186 vezes para as curiosíssimas amigas da minha mãe. Organizar a papelada pro casamento (se é que vai dar tempo; não estou levando muita fé nisso). Planejar a estadia dele aqui, em Dezembro/Janeiro. Planejar a ida da Chantilly, quando eu for embora em definitivo. Sentir saudade dele. Curtir a chegada de um Natal que será especial. Aproveitar a companhia das pessoas que eu vou perder, conhecer os lugares que nunca visitei e que passarei muito tempo sem poder visitar. Fechar portas que ficaram meio abertas, porque portas meio abertas são perigosas. A gente sempre esquece e dá com a cara em alguma delas. E isso dói. A partir de amanhã, tenho algumas portas a fechar, e outras a abrir. Mãos à obra.

Vejo vocês em dois dias.
E vejo você em vinte e um.

No comments

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥