ainda março.

Não se faz um post sobre catástrofes naturais para em seguida sumir.
Mas não temam, a tempestade já passou faz tempo (mas o céu cinza e a chuva modorrenta persistem) e eu nãp fui levada pela ventania. Estou viva, porém muito ocupada. E a ilha se recuperou, porque é preciso muito mais do que um ventinho para destrui-la.





Me sinto meio alienígena na páscoa, quando todo mundo só sabe falar sobre chocolate e reclamar do quanto vão engordar por tê-los comido (se esquecendo de que não é obrigatório comer os tais chocolates e que a eventual banha acumulada será culpa deles mesmos) e eu permaneço linda, leve e magra porque DETESTO CHOCOLATE e distribuo todos os que recebo. Esse ano ganhei um único coelho de chocolate (do verdureiro...), imediatamente doado ao Respectivo, que deu cabo do infeliz em menos de meia hora. chocolate, pra mim, só branco - já que não tem gosto de chocolate e nem é, tecnicamente, chocolate.