Random beautiful things

Achei isso lindo:

"Quando minha filha Alison nasceu, como é costume dos pais de primeira viagem, eu comecei a fotografá-la - inicialmente num trabalho à parte e privado. Entretanto, em meio ao processo de decumentar o crescimento de Alison, eu passei a me interessar por relações humanas e a capturar momentos íntimos da vida da minha família e meus amigos.

Isso afetou minha fotografia de maneira profunda. Ao invés dos assuntos isolados do começo da carreira, passei a me interessar pela força dos relacionamentos, frequentemente usando ambientes pessoais para amplificar essas condições.

Minhas fotos de Alison, por conta da natureza do nosso relacionamento, são muito mais como uma colaboração entre pai e filha - Alison me permitindo acesso a momentos particulares das nossas vidas que poderiam, em circunstâncias diferentes, estar fora dos limites paternos. A câmera, desde bem cedo em sua vida, tornou-se uma parte do nosso relacionamento, requisitando de mim aceitação e quietude. Nunca tivemos longas sessões de fotos, mas sim pequenos momentos sozinhos com com amigos.

O significado dessas imagens surge em retrospecto. Eu percebo, quando olho para elas, que criei uma história visual de Alison, capturando momentos de sua metamorfose de criança para mulher - seus relacionamentos com amigos, sua rebeldia e, como pano de fundo para tudo isso, sua relação comigo, uma constante durante a sua vida. Eu quis fotografá-la em todos os seus extremos, e ser parte dessas épocas em sua vida sem julgar ou censurar. Apenas assim eu teria um verdadeiro Retrato de Alison"
- jack radcliffe

mais fotos de alison

Apesar de preferir o pai à filha, também achei linda essa foto dos Coppola. Kudos pra Louis Vuitton:

E essa sessão de fotos com crianças inspirada na Frida Kahlo? Tudo é lindo; as crianças, a produção, as flores, as roupas... Kudos pra Small Magazine, também.

Porque hoje é segunda feira. ;)

No comments