don't you need somebody to love?

Acho que "marido" faz mal a algumas mulheres.
Tenho uma certa quantidade de amigas casadas e, com raras exceções (quem é, sabe), a maioria se transformou em uma coisa completamente diferente depois do "I do" e do bambolê dourado no dedo. A amizade praticamente vai pro saco se você não topar programas do tipo "vir jantar aqui em casa", "vir ver um vídeo com pipoca aqui em casa" ou "ir jantar nesse nosso restaurante predileto, vocês vão adorar".

Não sei se estou sendo chata, imatura e incompreensiva - well, provavelmente estou, as três coisas ao mesmo, but whatever. MAS nem sempre a amizade que eu tenho pela Mariazinha se estende ao Joãozinho (o marido dela). Não quero ser obrigada a aturar o João TODA VEZ que encontro a Maria; ainda que ele seja bacana e tal, ele NÃO É MEU AMIGO, sabe. E na frente dele, a Maria cisma de incorporar uma outra personalidade. Aquela que não fala palavrão, que não faz dancinha em público dentro de lojas, que não repara no belo rapaz passando ali do outro lado da rua. Ou seja, uma personalidade meio tediosa, engessada e editada, tendo em vista as preferências do marido. Por incrível que pareça, em pleno século 21, existem muitas mulheres assim. E se, na frente deles, EU resolvo xingar, dançar sentada na cadeira ao som da música tocando no barzinho e elogiar os lindos olhos verdes do garçom... A Maria logo fica meio sem graça e provavelmente o João vai usar eufemismos para falar mal de mim quando chegarem em casa. "Meio doidona essa sua amiga, não?".

João, o que você ignora é que a sua mulherzinha fazia as mesmas coisas (ou até piores) quando solteira. E certamente estaria fazendo até hoje, se não tivesse se casado com um bundão feito você. E, como bundamolice é contagiosa, em alguns anos ela não vai mais retornar minhas ligações nem querer sair comigo.

Até o dia em que levar um pé na bunda do João, claro, quando então me ligará chorosa reclamando do canalha que ele é... Me desculpe se eu deixar cair na secretária eletrônica e nunca responder.

Novamente, não vistam carapuças: as minhas amigas casadas com bundões reconhecem o fato (ainda que só pra si próprias).



Ainda estou à procura de uma galeria de fotos customizável para integrar aqui no site. Achei uma chamada SimpleViewer que, apesar de ser em flash em super estilosa, não consegui integrar ao layout. Se alguém souber me ajudar, agradeço e até pago (via paypal). Por enquanto estou editando as fotos e montando álbuns - isso toma tempo. Por isso estou atualizando o blog esporadicamente e não visitando blogs. Mas não desistam - nem me deslinkem, como muita gente feia, boba e chata anda fazendo - porque, assim como o Arnoldão, "I'll be back".

Já os comments, ainda não sei quando voltam. Minhas sinceras desculpas a todas as pessoas educadas e bacanas que comentavam por aqui (concordando ou discordando), but it's just too much trouble.


Yup, thanks god ele é tão ou mais bobo do que eu.
Porque meninas "doidonas" jamais se casam com bundões - e os bundões sabem muito bem o que estão perdendo.

No comments

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥