Colaboraí, Google.


A pessôua humana não tem paz. A pessôua humana não pode sequer passar um Valentine's Day livre de stress, ignorando a data sossegada. Acorda de manhã, abre o Google pra pesquisar sobre um assunto honesto, educativo e relevante (porn? what do you mean with porn?) e... dá de cara com esses dois pintos em tons degradê de lilás, nojentamente enamorados, esfregando-se um no outro. Quase erótico isso, Google. Tem criança na sala. Pega leve aí.

A coisa piora quando você abre as suas comunidades online preferidas e a mulherada gringa TODA está se desmanchando em saliva, postando 300 mil fotos das flores, chocolates e presentinhos que receberam dos namorados. Mesmo que suas vidas particulares não tenham NADA a ver com a tônica do fórum e nem sejam do interesse de alguém. Não se fala de outra coisa, assuntos não rendem e, se você prefere ignorar a onda é porque se trata de uma legítima "mal comida". Hello, eu estou no Brasil e aqui o Dia dos Enrabichados é, inclusive, em JUNHO? Além do mais, gatas, eu muito duvido que os seus respectivos namorados estejam pelos fórums de games, futebol e mulénua que frequentam na internet arrulhando poemas de Neruda e postando fotos dos bombons, relógios e pulôveres cafonas que receberam de vocês.

E agora, apresento algumas dicas de como aproveitar o 14 de Fevereiro (e que podem ser adaptadas para o 12 de Junho brasileiro) sozinha e com criatividade, diversão e - por que não? - much love.

+ Veja filmes que talvez não tivesse como assistir acompanhada de um bofe. Vale comédia romântica (desde que não vá deprimir), drama envolvendo criancinhas/cachorrinhos ou terror splash, cheio de tripas e sangue voando. Também pode tirar o champagne (ou a cerveja) da geladeira, estourar a pipoca ou encomendar a pizza, chamar as amigas solteiras e organizar uma maratona de séries ou filmes.

+  Ficar em casa não é necessário. Convide os amigos que não têm que passar a noite paparicando alguém e se mande para o seu restaurante/boteco preferido. Nem pense em salada; caia de boca nos carboidratos e nas gorduras trans. Afinal, se rolar um inchaço ou uma barriguinha, você não vai pirar pensando que não vai caber naquela lingerie desconfortável que ganhou de presente.

+ Oito ou Oitenta: Passe o dia se embonecando. Marque depiladora, ponha um creme bem cheiroso e caro no cabelo, exfolie o rosto, pinte as unhas, passe horas treinando aqueles makeups que vê nos sites de beleza... Ou aproveite que não precisa fazer presença, fique sim peluda, descabelada e fedida e passe o dia dentro do mesmo pijamão sujo em que dormiu. FREEDOM.

+ Se você acredita que o real sentido da data seja celebrar o Amor, compre cartões bem bonitos e dê para os seus pais, amigos e parentes. Leve aquela sua avó querida e viúva para chupar picolé na praia, organize um pique esconde coletivo com crianças num orfanato ou role pela grama com o seu cachorro. Dê seu tempo de presente a quem mais precisa ou a quem mais te ama - e que serão mais gratos do que qualquer namorado poderia.

+ Vá descontar a energia acumulada numa academia, pedalando pelas ruas, fazendo uma caminhada ou escalada. Ou simplesmente subindo num salto (ou se enfiando no seu tênis mais confortável), e saindo pra dançar a noite inteira. Ou então alugue uma máquina de karaokê, faça uma playlist bem Gloria Gaynor em I will Survive e se acabe de desafinar com os amg. Bracinhos pra cima e gritinho de "woohooo!" entre um refrão e outro: check. Vamos lá, só vocês (e a vizinhança horrorizada) estão ouvindo, todas estão bêbadas e amanhã ninguém vai se lembrar de nada. Tomara.

+ Nerd pride. Bote aquelas pantufas do Shrek, uma camiseta com estampa LolCat, um chapéu de orelhinhas da Mari Moon, aquela última banda-hype-do-momento rolando no seu iTunes, abra o MacBook e siacabe. Faça chat venenosos com as migas no MSN, Buddypoke geral no Orkut, tuíte como se não houvesse amanhã (e depois fale mal de quem te der unfollow), acompanhe o BBB de graça pelos links-maracutaia, role de rir no I Can Has Cheezburger, no Fuck my Life, no Fail Blog, defenda as celulites da celebrity-cristo da vez no D-Listed, poste fotos constrangedoras no Flickr, distribua thumbs down pelos comentários do YouTube, encha o seu Last.fm de Julio Iglesias e esfregue sua reputação na lama, jogue online até não sentir mais o seu dedão, promova uma suruba pelo Skype, se enfie num fórum de Twilight e escreva em CAPS LOCK que Edward Cullen é nadinha, enfim... A world wide web é o limite.

+ Aproveite o dia para arrumar o armário. Doe (ou venda pela internet, ou faça um bazar) tudo aquilo que não serve e o que você não veste mais. Limpar gavetas é terapêutico; livrar-se de coisas velhas e abrir espaço para novas é receita simples para renovar o espírito. Rolando uma graninha extra no final da Sessão Amélia, melhor ainda.

+ Livros são os melhores companheiros, sempre. Geralmente causam menos problemas, divertem e nos enriquecem muito mais do que certos peguetes palha. Sabe aqueles que a gente compra e acaba sem tempo de ler? Ao invés de ficar se recriminando por não saber fisgar (ou ter perdido) o Fulaninho, tome um banho quente, desligue o telefone da tomada, vista o seu pijama mais macio, abra um vinho decente (nada de São Roque; acordar abraçada à privada is no fun) e caia na leitura. Desde que não seja um livro de auto-ajuda sobre como desencalhar, nem a Capricho com o Max na capa.

+ Faça o que fizer, have fun e agradeça aos céus pelos seus dias de juventude e LIBERDADE.

And now... Meme time.

1. Oito séries de TV que eu assisto:
Difícil, essa. Não costumo assistir. Tive que tirar água de pedra para escolher oito, mas...
- Monty Python
- Anos Incríveis
- My So-called Life
- Sex And the City
- Ally McBeal
- Simpsons
- Two Pints of Lager and a Packet of Crisps
- Skins

2. Oito restaurantes preferidos:
- La Taverne, Jersey (pelo Chicken Kiev e simpatia imbatível do staff);
- Outback, RJ (pelos refis de coca cola grátis);
- Sumas, Jersey (por aquela entrada de queijo com creme);
- Creperie La Tour Saint-Jacques, Paris (pelo cassoulet que eu como sempre que vou lá);
- Trayler da Sandra, RJ (pelo podrão mais gostoso do universo);
- The Royal, Jersey (pelas batatas fritas perfeitas e pelas pints de Ringwoods);
- Chateau La Chaire, Jersey (pelos petit fours servidos com o café);
- Minha casa (pela comida do Respectivo).

3. Oito coisas que aconteceram hoje:
- Comprei uma mala.
- Mordi a língua e passei duas horas cuspindo sangue.
- Deletei dois números da minha lista de contatos do celular.
- Jantei pipoca.
- Passei prancha alisadora no cabelo de uma amiga e a queimei. Fui perdoada.
- Assisti ao último Jornal Nacional dos próximos 10 anos.
- Ganhei um vidro de perfume.
- Bebi cerveja num posto de gasolina.

4. Oito coisas pelas quais mal posso esperar:
- Viajar amanhã;
- Começar na academia;
- Ir pra Londres fazer festa do pijama;
- Voltar a fotografar;
- Ver minhas gatas e fazer para elas um condomínio de caixas de papelão;
- Sentir frio novamente;
- Ir para Derby de Aston Martin e passar a noite bebendo cerveja no Barley Mow;
- Ver Respectivo.

5. Oito coisas que eu quero.
- Perder uns quilos (always);
- Aprender a dirigir (mas não irei, nunca);
- Crescer mais três centímetros (e ter 1,75m);
- Ter meu próprio negócio (algo relacionando a toys ou fotografia);
- Aprender a aceitar certas coisas e "let go" (e não voltar atrás);
- Me mudar de Jersey (que ainda acho linda, mas não quero VIVER lá);
- Aprender francês e italiano (nunca; preguiça demais);
- Me "reinventar" (já assistiu "Queime Depois de Ler"? devia)

So, that's all.
Se não cair, etc.

No comments