too many humans

Ontem eu achei que fosse uma barata se embaralhando entre os dedos do meu pé, e estava errada. Infelizmente o ato reflexo foi mais rápido que a percepção racional, e no susto soquei a tela do laptop. Ele sobreviveu, mas quebrei uma unha na base. Dói e vai doer por uns bons dias.

O calor chegou àquele nível onde eu me sinto mal e sufocada o tempo todo. O tempo TODO.
Enquanto isso, neva em Jersey. Neva em LONDRES. 30cm de neve em Londres. Isso beira o inacreditável.

Em duas semanas, tudo acaba. E eu volto.

Na sala, mãe, pai e tia. Que acreditam piamente que eu esteja interessada na conversa.
Há gente demais nessa casa, vozes demais, pessoas que não param de falar. Há uma conversa aborrecida e inútil no background desse post. Velhos são obcecados por morte e tragédias e falam disso com entusiasmo o tempo inteiro. Não partilho. Não suporto.

E a voz da minha mãe sempre me irritou.

No comments

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥