Blossoming

A primavera oficialmente começou. Acabo de voltar do Garden Centre onde fui afogar as mágoas e de lá trouxe uma CEREJEIRA. Em flor. Em verdade vos digo, foi LINDO dirigir com aquilo tudo dentro do carro. Me senti dentro de um jardim voador.


Não entendo como pude gastar 35 libras numa ÁRVORE, com raízes e tudo, sendo que eu mesma quero arrancar as minhas daqui.

Café da manhã no Big Vernes (ou coisa que o valha). Garçonetes jovens e bonitas, surfistas loiros com dreadlocks na fila do caixa, muitos cachorros e senhoras de cabelos curtos, óculos Gucci e casacos de nylon. Meu cheeseburguer era MUITO. PEQUENO. Mas pelo menos a coca cola veio na lata e o copo embaçadinho de tão gelado. Muito vento, poucas fotos. Compramos um set de copos de vinho para a mãe dele na cidade e um cartão (que ele escolheu segundo o gosto DELE; certos conceitos simples parecem difíceis de compreender, como o de tentar agradar a quem está sendo presenteado ao invés de quem compra o presente).

Fui verificar a academia. Bem mais cara do que eu esperava, mas bem maior, também. Cheia de homens, mas uma das salas de cardio é fechada e tem TVs. E várias esteiras e bicicletas. É preciso me mover antes que a saúde acuse o problema de forma física. Sendo que já está acusando; hoje me cansei muito e minhas pernas encontram-se moídas, sendo que praticamente não andei. Não pode. Não vai.

Eu vou terminar esse vinho e ver televisão.

No comments

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥