Solidão.

"For the last 12 years, a single solitary whale whose vocalizations match no known living species has been tracked across the Northeast Pacific. Its wanderings match no known migratory patterns of any living whale species. Its vocalizations have also subtly deepened over the years, indicating that the whale is maturing and ageing. And, during the entire 12 year span that it has been tracked, it has been calling out for contact from others of its own kind.

It has received no answer. Nor will it ever." (via)






A pobre baleia não teve escolha. Mas nós temos. Ainda podemos aprender a aceitar diferenças e abrir o coração para receber o amor nas nossas vidas, independente de onde ele venha. Conhecemos nossas limitações, mas também sabemos que, mesmo nos momentos mais difíceis da humanidade, alguns poucos ainda foram capazes de se doar e transformar compaixão em atos que salvaram vidas. Nem tudo está perdido. Prosseguir doando e acreditando, mesmo que nunca se receba nada de volta; a única recompensa verdadeira é saber fizemos o melhor pelos outros e que não permitimos que a aparente ingratidão alheia transformasse nossa generosidade em amargura.



There's still hope.

{falando sobre amor, por favor visite esse site se ainda não o fez: Days with my Father. É precioso e fala sobre o maior amor de todos. Continue clicando até o final - o fim do site, nunca do amor)

No comments

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥