Alice in Burtonland

Então o queridinho dos alternativos agora vai fazer a sua versão de Alice no País das Maravilhas (estréia prevista para Março de 2010). Meu primeiro pensamento: "socorro". Segundo: "aposto que o Johnny Depp está no elenco". Bem, adivinhe:


Sem querer ser chata e jogar água na feijoada dos zilhões de fãs do rapaz (ele é bom, sim, mas não é isso TUDO) e das moças que o acham lindo (meh), acho que seria interessante se ele começasse a fazer uns papéis do tipo advogado, médico, professor universitário, etc. Porque se eu tiver que assistir a esse menino na pele de mais um personagem freak, weirdo e super maquiado eu grito.

Correndo o risco de ser apedrejada e oferecida em sacrifício no altar das celebridades alternativas, tenho que dizer que o Tim Burton é um diretor que me divide. Amo Edward Scissorhands, gosto muito de Nightmare Before Christmas e Beetlejuice. Não suportei Sweeney Todd e Charlie and The Chocolate Factory, Sleepy Hollow me entedia e Corpse Bride ficou aquém.

Mas nada me irrita mais do que a obsessão em escalar sua esposa em praticamente todas as suas produções. Olha ela aí de novo:


E, continuando o padrão de escalar atrizes malas, Anne Hathaway como White Queen (wtf).


Certo, já me expus à ira dos Deuses. Mas é claro que eu quero assistir assim mesmo, nem que seja pra imaginar Lewis Carroll se revirando na tumba (or not, hopefully).