filmes de hoje.

Colin Farrell e Salma Hayek em Ask The Dust; o filme em si é bastante diferente do livro, principalmente o final piegas. Se assistir, saiba que é uma obra apenas "inspirada" no livro clássico do John Fante, "Pergunte ao Pó". Se você gosta de finais românticos e felizes, correrá o risco de preferir o filme ao livro, que é meio depressivo e se desenrola em torno de dois personagens com os quais é difícil simpatizar (mais ou menos como os protagonistas de O Morro dos Ventos Uivantes). Como eu achei as mudanças pouco coerentes com a história dos dois, fico com o final infeliz do livro. Mas o filme se redime um pouco através das boas atuações de Colin e Salma (lindos; pelo que mais não seja, um eye candy de primeira).


A trilha sonora de Virgens Suicidas. De novo, eu prefiro o livro (não sou fã da Sofia Coppola como diretora). Mas o filme é visualmente bonito (com a história do Eugenides não tinha como errar, bastou não fazer nenhuma revolução), e traz uma vantagem sobre o livro: podemos ouvir a trilha sonora. Sempre que penso na cena das irmãs isoladas no quarto, tocando seus discos preferidos por telefone para os meninos da vizinhança, a rádio mental automaticamente começa a tocar "So Far Away" da Carole King.


So far away. Doesn’t anybody stay in one place any more? It would be so fine to see your face at my door. Doesn’t help to know you’re just far away.

No comments