beautiful things.

Idéia bonitinha e bastante guei para fazer chá para o(a) amado(a); escreva alguma viadice nos coraçõezinhos e ganhe mil pontos na escala Meg Ryan de romance embalado a vácuo:



Seleção de álbums inspiradores no Flickr: 1, 2, 3, 4, 5.

Fotos feitas no cemitério de HighGate, em Londres. Admiro quem consiga fazer fotos bacanas lá dentro; a escuridão é considerável e não se pode usar tripés (e nem certas câmeras profissionais, o que eu acho ridículo, mas enfim). A maioria das minhas fotos lá feitas saiu tremida (isso foi antes do advento do ISO 1600 na minha vida), mas espero voltar e tentar novamente. Ou não tentar e simplesmente estar ali; é um lugar tranquilo e lindíssimo.


Para os fãs de Polaroid, Polamour. :)

Essas molduras que, ao invés de mostrar obras de arte, destacam a beleza de objetos mundanos do nosso dia-a-dia. Apaixonei irreversivelmente e encasquetei que não devem ser difíceis de fazer (o da prateleirinha e a do gancho não são mesmo; o vaso é que daria um pouco mais de trabalho, a menos que ele seja feito quadrado e de madeira... ou que eu consiga cortar um vaso de vidro no meio). Daqui.


Templates para casinhas de papel que encontrei no Just Something I Made; pense em todas as utilidades fofas que você pode dar a elas, na diversão que será decorá-las com papel ou mesmo chitas coloridas. Fica lindo para decorar quartos infantis ou transformá-las em caixinhas úteis para guardar tralhinhas mil. Cola lá pra pegar o molde. :)


Esses sapatinhos da TopShop. Vi ao vivo semana passada e eles são dumal. Ok, não uso salto alto, mas imagine "chutar umas bundas" com uma coisinha dessas? Dose extra de sadismo incluída no preço.


Ainda falando em sapatos... Já pode encomendar tudo e colocar na estante para enfeitar? (via)



Guirlanda de corações de crochê, via Wood & Wool Stool. Eu acho que não sei fazer corações em crochê, mas nada nos impede de tentar. :)



Robert Smith lendo Nabokov. Perfection, anyone?

No comments