Descobertas e aquisições.


Eu gostava de ponto cruz na adolescência e os amigos mais próximos costumavam ganhar cartões de natal ou aniversário com motivos bordados por mim. Mas claro, tudo isso foi antes da internet, a culpada pelo meu déficit de atenção.

Hoje em dia tenho mais hobbies do que tempo ou disciplina para mantê-los e definitivamente não sei gerenciar meus interesses. Acabo abandonando tudo pela metade e começando coisas novas quando deveria estar simplesmente terminando as antigas. Triste. Mas como eu sou peruana e só desisto em anos bissextos pares, esbarrei numa loja de crafts MAGIA em Dinan e pirei nos livros sobre ponto de cruz. Quem gosta de artes manuais na Inglaterra sabe o quanto é difícil encontrar esse tipo de coisa aqui. O inglês moderno (mais especificamente, a inglesa) não têm o menor interesse; artesanato é coisa de trabalho escolar de jardim de infância e, se querem uma meia de lã, compram na Primark em dois minutos - e por menos do que custam as agulhas de tricô.


Esse livro é praticamente todo sobre alfabetos em vários tipos de caligrafia (super útil) e casinhas (que eu adoro bordar).





Esses aqui têm motivos em ponto cruz e também bordado tradicional.




Estou bordando pelo menos uma meia dúzia de quadradinhos por dia, para não perder o hábito. Eis a bagunça, contida nessa linda sacolinha de pano com aplicação de uma menina de cabelo preto bordando (haha, serei eu?), presente de uma leitora querida. :)


No comments