Um breve (?) hiato.

Lembro que, na época dourada da blogosfera patropi, a gente às vezes acessava um blog favorito e dava de cara com um post intitulado HIATUS. E o blogueiro então explicava que precisava de um tempo para cuidar da vida pessoal, dos trabalhos de escola/faculdade e que voltaria assim que humanamente possível. Ou então não havia nada além do título do post nem explicação alguma sendo dada; nesse caso os leitores entendiam que ou o blogueiro estava meiputo com algo ou alguém e não queria falar sobre o assunto ou simplesmente a fim de testar a popularidade com base na quantidade de pedidos desesperados de "VOLTA!!!" que receberia nos comentários. :)

Eu já devo ter feito isso em algum momento da minha vida internética pregressa, mas não lembro. É certo que alguns lembrarão por mim, porque o que eu mais acumulei nesses, sei lá, doze anos de blog foi gente louca e obcecada com a minha pessoa, que se lembra dos meus supostos erros melhor do que eu. Enfim, todo esse preâmbulo tedioso para anunciar o que já deve ter ficado óbvio desde o título desse post: vou ficar um tempinho sem atualizar o blog. Yes, boo. :(

Motivos para isso são vários, e não necessariamente relacionados a falta de assunto. Tenho fotos para mostrar e coisas para contar, e muito embora me pergunte qual o propósito de tudo isso no grande esquema das coisas (as in, quem liga?), eu gosto de compartilhar e pretendo continuar a fazê-lo. Ter um blog foi praticamente a minha primeira experiência com internet e não consigo deixar de associar uma coisa com a outra. Uso Twitter e Facebook, mas não sou exatamente fã de nenhum dos dois. Acho que a maioria das pessoas (eu inclusive) ficou mais chata com o advento das redes sociais. É uma overdose muito grande, rápida e constante de "informação", quase sempre com muita paixão mas sem muito conteúdo e eu me canso. Da mesma maneira que me canso de sentar com um grupo de gente, com todo mundo falando ao mesmo tempo e, por conta do ruído, não consigo aproveitar praticamente nada.

Estou com visitas em casa, em breve (não sei quando ainda) recebo meus pais, viajarei para bem longe daqui durante as olimpíadas (detesto esportes quase tanto quanto detesto engarrafamento, metrô superlotado e turistas) e vai ficar mais difícil ainda manter alguma regularidade nos posts. E também quero aproveitar o período para ajeitar o layout, mudar algumas coisas, republicar posts antigos que estão fora do ar, essas coisinhas. Não serão férias longas, prometo. :)

Por ora estarei atendendo aqui:

Tumblr - está fazendo as vezes de blog por ser mais fácil de atualizar; posso inclusive postar da rua.
Twitter - de vez em quando eu apareço e estou considerando desassociar dos updates do foursquare antes que alguém me bata.
Instagram - sou bem assídua por lá, documentando andanças e coisas interessantes que encontro por aí; adicione @hellololla (agora também para Android, lol)
Formspring - meio parado por falta de tempo e de perguntas, talvez não dure muito mas ainda dou as caras mesmo assim.
Pinterest - meu xodozinho, embora esteja abandonado porque ando meio offline.
CherrySoda - outro site querido que preciso voltar a ter tempo para atualizar.

And that's all folks! A gente se vê daqui a pouco. ♥

Rochester



Rochester é uma pequena cidade no condado de Kent, às margens do rio Medway, famosa pela catedral e pelo castelo homônimos. Num daqueles domingos onde a gente pega um mapa, sorteia uma localidade qualquer na base do dedômetro e decidimos "vambora!" fomos parar lá.

Por coincidência chegamos exatamente no primeiro dia de celebrações do Sweeps Festival, onde vários grupos de danças folclóricas se apresentam pelas ruas da cidade. Foi bacana porque pudemos participar da festa, e péssimo porque levamos uma hora procurando estacionamento uma vez que o lugar estava lotado de gente assistindo às apresentações de dança, música, comendo sanduíche de porco assado e donuts fresquinhos. ♥ E eu me comportei. Chá com adoçante, coca zero, comprei o sanduíche mas joguei o pão fora e chorei baixinho em frente à barraca de donuts. :)


Fora comidas e danças, a cidade também tem boas lojas de móveis usados, antiguidades, brechós e tralhas, sem contar as livrarias/sebos. Sem mencionar a catedral, que é linda, e o castelo - onde eu não entrei, apenas admirei do lado de fora.Vale a visita, mas a quem quiser um dia comparecer ao Sweeps Festival eu recomendo deixar o carro na garagem e encarar um trem. E à prefeitura da cidade eu sugiro: que tal um estacionamento maior? 



































































Randômicas chuvosas

Tem chovido, aqui. Bastante. O que é legal porque, aparentemente, não chovia há séculos nessa área do Reino Unido, as reservas e os rios estavam secando e a gente de fato precisava de chuva. Mas também é péssimo porque eu estou com um monte de projetinhos (que dependem de sol) atrasados, não aprecio sair de casa munida de sombrinha, estou cansada de ter que me enfiar em mil e quinhentos casacos antes de pôr os pés na rua e as minhas flores estão morrendo ensopadas. Hoje, por exemplo, choveu granizo. EM MAIO.

Basta, São Pedro. A seca acabou. Roll on com essa primavera logo porque o verão já está quase aí e essa chuva toda está afogando a minha vontade de viver.

































Chá na xícara nova da Ikea (bless! haha), outro porta cartão de passagens para a minha coleção, caveirinhas fluorescentes TopShop, o anel que eu não faço idéia de onde é porque achei no chão do provador da Zara, o vestido que eu estava experimentando no provador, blackbirds no jardim e veadinhos em Richmond Park. ♥ Preciso voltar lá quando o clima estiver menos, erm, úmido.

Andei sumida dos blogs porque andei fazendo colagens e costuras além de, nos intervalos da chuva, tentar montar um barracão de madeira no jardim - em breve, fotos e relatos desta tragédia! :)