The days were all empty rooms you waited in.

Outubro chegou chegando. Frio nos pés, necessitei meias, não adiantaram; necessitei também sapatos.



Menos de uma semana para Tóquio. :)
Achei um hotel (apart, com cozinha e tudo) excelente e numa localização ótima. Infelizmente, dois problemas: não tem wi-fi, só wired internet - o que significa que eu teria que levar meu laptop pesado ao invés de apenas o iPad. Mas o deal breaker mesno foi que o hotel não tem front-desk. A gente pegaria as chaves num local “combinado” (e isso sendo TÓQUIO, quem confia que iria encontrar?) e precisaria ficar sem a ajuda de um staff bilingue durante a estadia. Num país como o Japão, onde a maioria das pessoas não fala inglês e o idioma local para nós é indecifrável, seria bom poder contar com pelo menos algumas pessoas que pudessem socorrer em caso de apuros.

Uma pena, porque eu adoro ficar em lugares que tenham cozinha… Mas nop, é melhor pagar mais caro por um lugar mais customer friendly. Ficaremos em Akihabara, o distrito dos eletrônicos (e dos otakus…). E o hotel tem concierge, wi-fi grátis (veremos se funciona…), oferece café da manhã opcional, tem frigobar, TV e a chaleira elétrica pra fazer chá/café no quarto de manhã. Yay!

Quero comprar um chapéu bem idiota pra usar. E não quero levar muita roupa para não pesar na mala. Eu raramente viajo tendo compras em mente, mas Tóquio sendo o paraíso das tralhas, vai ser impossível resistir. De roupa levarei o que couber no corpo (blusa, jeans, casaco, meia calça, chapéu) e:

+ calcinhas
+ leggings
+ meia calça
+ um casaco (previsão de tempo bom, mas nunca se sabe)
+ uma blusa extra
+ um saia leve

Sou péssima na hora de fazer malas; ou levo roupa demais, ou roupa de menos. Raramente acerto. Por isso dessa vez me comprometi a fazer um “lookbook” e decidir o que vou usar com antecedência - espero que o clima ajude, não virando inesperadamente do calorzinho de meia estação que está previsto para o frio de lascar. Não quero arriscar e ir com a mala quase vazia, porque comprar roupa no Japão pode ser complicado. Mas também não quero levar nem mesmo um alfinete além do que vou usar. Toda grama é preciosa. ♥

Revistinha meiga (Her Vintage Life) que eu achei na WHSmiths:















Meu pedido da Yozocraft chegou hoje:



Cuteness overload. A faxina acabou, sairemos para jantar (it’s Friday!) e depois vou me jogar no journalling. ♥ E fazer mais pudim de leite low carb, porque a primeira receita foi sucesso - receita em breve. :)

No comments

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥