Starting Over.

image

Cansado, 2013?
Vai ter muito tempo pra descansar agora.

Dancei Led Zeppelin no quintal (não choveu!), comi coxinha, farofa, onion bhajis, salada de batata, scotch eggs, bolo, panetone, biscoito, bebi cidra, champagne, vinho, foi lindo. Agora estou inchada feito um baiacu. Well done, girl! De volta à cetose a partir de amanhã.

image

Bombou o foguetório no Big Ben, mas dos lados de cá foi bem mixuruca. Ouvimos os fogos meio ao longe, porque aparentemente estamos numa área menos “povão” e classe média não solta rojão. Vi também ao longe umas explosões coloridas no céu, mas nada digno de registro. Até a Baixada Fluminense ganha.

O Natal aqui é muito bonito, mas Ano Novo realmente não funciona em país de clima frio. Quatro horas da tarde e já está tudo escuro, todo mundo dentro das suas respectivas casas, provavelmente chovendo. Ir assistir queima de fogos no Tâmisa é programa para turista de primeira viagem: frio infernal (só lembrando que o Big Ben fica às margens de um rio), multidão estática, alta probabilidade de chuva, alta probabilidade de ser roubado, nada pra comer, nada pra fazer depois dos fogos além de dispersar e ir pra casa no metrô lotado. Tanto é que o público é formado quase que em sua totalidade por chineses e brasileiros. Se você estiver em Londres nessa época do ano, reserve uma mesa num restaurante legal ou numa festa em pub. Ou faça como eu e hiberne. ♥

Todo brasileiro expatriado chorando as pitangas no Facebook que gostaria de estar na praia de Copacabana. E eu pensando que só trocaria meu sofá por uma piscina infinita num hotel de luxo nas ilhas gregas, porque Copacabana é um mictório a céu aberto e no dia seguinte ter que sofrer a ressaca em casa, na frente da TV e curtindo 45 graus de verão na pele não é minha idéia de diversão. Nesse caso prefiro passar o reveião roendo presunto debaixo do edredon. Passei três viradas de ano na princesinha do mar e a mais bacana de todas foi aquela em que eu estava bêbada demais para me preocupar com o fato de que só havia um banheiro para cada sete mil pessoas.

Mas ano que vem tenho idéias diferentes para o fim do ano, e nenhuma delas envolve praias paradisíacas. Vamos ver se funciona.

Acordei no primeiro dia 2014, olhei o céu lá fora, cinzento e chuvoso ainda, e a sensação de “acabou tudo” caiu matando. Deprê pós-dezembro. Faltam DUAS SEMANAS (menos, na verdade) para o meu aniversário. E onze meses, três semanas para o próximo Natal. Sobrevivi mais um ano, razão pra celebrar.

Passei o dia no sofá, lendo meus feeds com o laptop no colo, assistindo filmes na TV (O Terminal e o último Harry Potter) e comendo o resto do “banquete”. E hoje a única coisa que sobrou de 2013 foi a louça pra lavar.

image

E depois de ter matado esse monstro da pia, agora é hora de um café com creme + começar a matar os itens da lista de resoluções 2014. ♥

No comments

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥