Vagabundando.

Quando eu era criança ouvia os adultos falando de “gente vagabunda” - ou seja, gente sem trabalho e sem ocupação produtiva na vida. “Fulano vive vagabundeando por aí”, dizia minha mãe. A mesma palavra (vagabunda) era usada para designar “mulher da vida”, ou seja, prostituta. Eu me perguntava se todo mundo que não tinha trabalho acabava rodando bolsinha, e não entendia por que rodar bolsinha não era visto como uma ocupação - já que demandava tempo e gerava renda.

Mãe, eu acho que cresci e virei vagabunda. E não sei se existe outra coisa que eu realmente tenha vontade de ser.

image

image

Blossoms, we have them (em fevereiro!):

image



Não sei se entendi o conceito por trás dos espermatozóides fecundando a TV.































Amor por portinhas pintadas colorindo cidades cinzentas.















Hell is… open, as usual. ;)



No comments