Goodbyes and hellos.





passamos os últimos dias de 2016 e os primeiros de 2017 passeando por entre as vilas de glenridding e grasmere, no lake district (a “região dos lagos” do reino). glenridding fica às margens do lago ullswater e aos pés da helvellyn, a terceira montanha mais alta da inglaterra. já grasmere fica às margens do lago de mesmo nome e, a título de curiosidade, produz os melhores scones que já comi na vida. :)





não se engane, esses scones eram imensos. quantidades industriais de clotted cream, mas miguelaram na geléia…



trechos da hadrian's wall, construída um tempinho atrás (ano 122):























neve no topo da montanha. ♥



note a ovelha encarando. sempre tem uma:



o tema ovino também presente nas lojas de tralhas (esse jogo de chá de ovelhinhas e as canecas são uma graça):















minha única tentativa de resolução para esse ano (e os próximos) é tentar repetir a experiência e terminá-los assim: longe da balbúrdia, em contato com a natureza e os meus pensamentos. não é exatamente a minha experiência com reveillons; no brasil eles quase sempre envolveram festa/churrasco/praia/piscina e quando não rolava nada disso era motivo pra choro, decepção e aquele sentimento de fracasso enquanto ser humano.

acho que essa busca pela quietude e tranquilidade é sinal claro da velhice chegando - ou já chegada, sentada na mesa e tomando um café com bolo de fubá. mas se ela veio trazendo também serenidade e paz de espírito para uma alma inquieta (mas que está aprendendo que não é relógio automático e não precisa de movimento constante pra não parar), então que seja bem vinda. ♥

No comments