nobody wants anything unless you give it to them like it's worth something







chegou a temporada das cherry blossoms e o meu perdão antecipado pelo spam de florzinha que se seguirá pelas próximas semanas. spring has sprung, bitches.























obcecada por essa mostarda dijon sabor figo e coentro (yes, unusual) da maille nível comer pura do pote, com colherinha.

comprar comida no supermercado só por causa da embalagem: sim.

flowers are back, love is in the air e nada mais “mayfair, darling” do que experimentar seu vestido de noiva na vera wang e aproveitar pra escolher as flores do evento ali do lado na wild things.

panquecas com camada dupla de queijo, because there’s no such a thing as too much cheese, ever.

botões de rosa do supermercado popular: abrem em três dias, duram duas semanas e perfumam a casa toda por duas lilibetes.

o café da kenwood house em hampstead heath é um dos melhores lugares para comer bolo. o chapéu de lã azul quase fluorescente em forma de cone dessa moça conquistou o meu coração. preciso aprender a tricotar.

novas amigas verdes plantadas com a esperança de durar e o sol que continua na janela já bem depois da cinco.

e more blossoms.





"Some of the greatest romances of my life have been friendships. And these friendships have been, in many ways, more mysterious than erotic love: more subtle, less selfish, more attuned to kindness." - (when your greatest romance is a friendship; essa é a história mais bonita que você vai ler hoje)

a menor casa à venda em san francisco (já posso me mudar amanhã)

esse anel. ♥ ♥ ♥

comercial de tv com um mini gordon ramsay. sim, eu também quis colocar quiabo nessa merendeira.

"Heartbreaking tales of sad food and even sadder lives." (dimly lit meals for one; #ComidasFeia versão i hate myself and i want to die)

"I like doing things alone—eating dinner, playing games, seeing movies—but for some, the idea seems depressing, sad, or only for people with no one to be with. That’s nonsense. Doing things alone develops self-sufficiency, gives you time for honest reflection, and, forces you to learn to like yourself a little—or at least figure out why you don’t." - (the power of going it alone)



No comments