Stuffocation.


image

image

image

image

“países desenvolvidos e com valores materialistas são os que apresentam maiores níveis de ansiedade, estresse e depressão. pesquisas indicam que uma vez que as pessoas tenham o suficiente para atender às suas necessidades básicas, aumentos adicionais na renda nacional fazem pouca diferença para os níveis de felicidade da população.

essa idéia de que mais posses = mais felicidade foi a idéia predominante do século 20. esse tipo de materialismo nos transformou de pessoas cuidadosas e economizadoras em consumidores gananciosos que possuem demasiadas coisas, insatisfeitos com nossas experiências de consumo e sufocados por tudo o que acumulamos.

nos estados unidos as pessoas vêm se tornando mais infelizes desde 1960, apesar do contínuo aumento da renda e do poder de compra. a desigualdade social tende a criar competitividade e sentimos inveja ao invés de alegria quando um amigo compra um casaco caro. posses e bens materiais não estão unindo as pessoas, eles estão nos afastando.

a solução para isso reside na mudança para um novo estilo de vida que não gire em torno de ‘ter’, mas de 'fazer’: um estilo de vida que se baseia em experiências. a 'revolução da experiência’ poderia transformar a qualidade de vida no século XXI da mesma forma que o materialismo e a revolução de consumo transformaram os padrões de vida no século XX. eu chamo isso de experiencialismo.”

image

image

image

“quando a sua perspectiva muda de materialista para experiencialista, você pára de gastar tempo adquirindo coisas e fazendo o máximo de dinheiro que puder para poder pagar por elas e começa a fazer escolhas de vida com base nas experiências que oferecem. sucesso no trabalho passa a significar ter a melhor experiência possível em vez de ganhar o salário mais alto possível.

essa revolução já está em andamento. em países ocidentais, em particular, você pode ver padrões de gastos mudando de 'coisas’ para 'experiências’. os jovens já são menos materialistas que seus pais. se fizermos a mudança para o experiencialismo não só será bom para o ambiente porque podemos começar a produzir menos e causar menos poluição, mas também para as comunidades e as pessoas.”

image

image

“quando você sai da loja com seu telefone novo você está muito feliz, mas o aparelho torna-se rapidamente comum e após alguns meses, quando uma versão nova é lançada, você vai querer substitui-lo. isso se chama 'adaptação hedonista’, e não se aplica a experiências porque elas são sempre diferentes.

outro motivo pelo qual as experiências causam felicidade é que elas podem inspirar momentos de 'fluxo’. quando você está andando, correndo, esquiando ou pintando, lavando o carro com seus filhos ou escutando um bom amigo falar, algo bonito acontece: você se joga no momento. você não pensa sobre o que está fazendo, você apenas faz. isso é o que torna uma experiência tão rica.”

image

James Wallman, in “Stuffocation

No comments