36 hours in Harrogate.














no final de outubro fomos dar um rolezinho breve em harrogate por conta do aniversário de 50 anos de uma amiga do respectivo. não seria possível voltar no mesmo dia, então pernoitanos no agradável Cedar Court Hotel - assim chamado por conta do imenso cedro do líbano plantado bem na frente do pátio.



ei-lo que surge (uma das minhas árvores preferidas):



quer dizer, o aniversário era apenas a desculpa ideal. o motivo principal da minha visita era comer um fat rascal na Betty's of Harrogate, certamente o salão de chá mais famoso do norte do país - a fila na porta demonstrando o conceito:



era hora do almoço e o restaurante estava lotadíssimo, mas como só queríamos chá e bolo o staff nos conseguiu rapidamente uma mesa no salão. nota dez para o serviço que busca os clientes na fila e aloca mesas de acordo com a disponibilidade.



um dos meus HAPPY PLACES na vida: sentada numa mesa ao lado de um janelão com vista outonal aguardando bolo. no words would be good enough to describe my delight - que só fez aumentar com a chegada do carboidrato. olha só, o fat rascal tem CARINHA:



essa quantidade de creme PÍFIA à parte (eu obviamente solicitei extra, que absurdo, etc.) estava tudo muito gostoso, do scone ao chá. esse bolinho aí embaixo nós pedimos por gulodice e dividimos (é preciso esticar a estadia num lugar tão especial), porém devo dizer que preferi os fat rascals mesmo.



as vitrines de halloween do Betty's foram uma atração à parte.



bem alimentados, fomos passear pela cidade. você sabe que mora numa área rica quando abrem uma filial do The Ivy na vizinhança:



sem contar as lojas de "antiques", onde você descobre aquelas tralhas que sua avó jogou fora em 1973 sendo vendidas aqui pelo equivalente ao PIB de um país em desenvolvimento.









e segue o outono:

























eu já tinha visitado harrogate antes e lembro de ter ficado encantada com a arquitetura, os parques e praças, as avenidas largas em suave declive e o outono esplendoroso, tão mais technicolor do que no sul (chegamos meio tarde esse ano). a cidade tem todas as amenidades básicas e as ocasionais lojas chiques - morar em harrogate custa caro e isso se reflete nas madames enroladas em jaquetas barbour passeando seus doguinhos com coleiras made by prada.

mas já estava anoitecendo e os parques iam ter que ficar para o dia seguinte.









because right now, it's party time.