Do your worst and do it proper











no sábado de manhã eu estava animadinha com o plano de inaugurar uma tag nova no blog quando notei que o tumblr, onde hospedo essa página há alguns anos, tinha feito o (des)favor de desconfigurar a formatação de vários posts. as imagens apareciam em tamanho reduzido e, mesmo que eu edite e conserte o código manualmente, horas depois o problema retorna. não há explicação para isso, o suporte do tumblr é inexistente (eles nem mesmo oferecem um fórum para que os usuários possam se ajudar) e eu espalhei perguntas em diversos fórums de html aleatórios internet afora, sem retorno.

preciso admitir: depois de sucessivas derrotas além dessa - como por exemplo o photobucket deletando minhas imagens em vários anos de posts (ainda estou consertando isso e vai levar meses) e a perda de dois hard drives em menos de três anos com milhares de fotos destruídas - está difícil encontrar motivação. eu não faço dinheiro aqui e estou gastando um tempo e energia consideráveis para manter e consertar o hello lolla sem receber nenhum tipo de retorno ou incentivo (só perco seguidores e recebo comentários deseducados, que não publico) enquanto páginas que mantenho sem pretensão alguma - como o meu tumblr sobre journaling, por exemplo - têm cinco vezes mais followers, compartilhamentos e feedback positivo.

o mesmo vale para o instagram, onde tento manter um certo nível de qualidade e não entupir os stories de conversa fiada mas os únicos seguidores novos são lojas tentando me empurrar lixo, spammers, gente agressiva que vai descontar frustração nas dms e bots de sites que "vendem" followers e likes. novamente: eu não sou influencer e não planejo ganhar dinheiro com blogs ou redes sociais (agora ou no futuro), mas não deixa de ser intrigante ver contas que postam praticamente a mesma foto todo dia em ângulos diferentes crescendo na plataforma. é óbvio que estou fazendo algo de errado e desagradando, e nesse caso por que desperdiçar energia e horas preciosas do meu dia com isso?

horas em que eu poderia estar lendo histórias interessantes na internet, ouvindo minhas playlists, me dedicando aos meus outros hobbies, tomando flat whites com respectivo, cuidando do jardim (god knows the garden needs it), assistindo filmes, fazendo frilas que rendem dinheiro para sair pra comer com meus amigos, batendo perna na cidade sem levar a câmera e fazendo melhor uso do meu tempo do que carregar lente pesada na bolsa com a preocupação de "registrar o momento" - e depois perder dois dias editando 200 fotos, selecionar 20 e receber três likes e um emoji. o que não seria problema (não era até sabado) se eu não estivesse passando por tantos perrengues pra conseguir simplesmente manter essa página.

(as plataformas podiam me ajudar sendo mais user friendly e menos full of shit, mas infelizmente os surtos de identidade do tumblr é o que tem pra hoje; chupa essa uva, lollamum.)

talvez a internet tenha de fato se transformado em território de youtubers que ganham seus clicks comendo vastas quantidades de miojo em desafios ou dando biscoito com pasta de dente pra morador de rua, de tutoriais de maquiagem que deixam todo mundo com a mesma cara, de "reviews" para ganhar mimo de loja/editora, de foto de look do dia e textões engajados socialmente. uma pena que nenhuma dessas coisas me interesse ou me inspire. e se talvez ainda não seja a hora de fazer como quase todos os blogueiros que surgiram comigo lá em 2001 (ou antes) e curtir uma merecida aposentadoria então pelo menos eu devesse mudar a forma como administro os meus sites e deixá-los mais fáceis de manter. dedicação só ao que me traz retorno positivo; fora isso, less is more. ;)

5 comments

  1. "dedicação só ao que me traz retorno positivo" é isso :) e por mais que eu sinta falta da época em que quase ninguém falava em youtube e todo mundo de fato trocava ideia nas internet da vida sem se preocupar muito com likes e afins, eu ainda prefiro seguir com o blog e poder ainda ler blogs como o teu. tem bem menos gente, dá saudade daquela muvuca de blog HAHA mas eu sei que os que ficaram são o que são. até porque a gente sabe fácil quando é gente tentando vender produto né HAHA e tudo bem também, acompanho muita gente que trabalha com isso mas não é a minha intenção nessa internets não :)

    (quando li esse texto lá no tumblr suei frio achando que cê ia dar adeeeeus. ainda bem que não né! ♥)

    ReplyDelete
  2. ver a beleza, mostrar a beleza, compartilhar o olhar... admiro como você faz isto. vir aqui e fluir nas suas estórias ilustradas com tanto cuidado faz um bem...
    faz tempo que venho acompanhando e só pensando em comentar e agora diante desse post quero muito que você saiba que talvez, como eu, tenha muita gente quietinha curtindo, admirando, suspirando, sorrindo, imaginando, se inspirando, vivendo com uma perspectiva de que tudo poderia ser mais leve, mais bonito... thanks!!!!! (lilylane)

    ReplyDelete
  3. ah cara! continua! fiquei tao feliz em voltar e encontrar esse blog ativo de novo! <3

    ReplyDelete
  4. Não sou um super leitor que vem aqui todos os dias, mas você não sabe como ler os seus posts e sua sobria escrita é terapeutico, fora as belas imagens que os acompanham. Já estava em desespero quando visitava o blog e estava fora do ar, ai imaginei que estava tendo update ai hoje resolvi ir no twitter ver se eu tinha perdido algo, ainda bem que encontrei o link desse novo espaço. Acredite, você é a unica que restou da geração de oldbloggers que eu de fato seguia. E fico triste em saber que existe a possibilidade de um adeus, mas espero que não, pelo menos não por tão cedo. Esse espaço seu é o que me inspira a continuar também, tantos outros já migraram para outras plataformas ou pior desistiram. Espero que não aposente este espaço por tão cedo..

    Kiss, babe.

    ReplyDelete
  5. Tão compreensível sua frustração. Aparentemente conteúdo ruim é cada vez mais valorizado. Mas achei necessário te falar sobre minha "história" com hellololla depois desse post. Uma amiga me mostrou seu blog há anos luz. Gostei de cara. O conjunto fotos/textos e sua escrita sempre sincera me coloca sempre no seu lugar. Trágico e cômico. Eu estava sem computador há um tempo e as correrias da vida me afastaram um pouco, mas agora que estou de volta, como há alguns anos, preciso te dizer que você me atinge de uma forma tão positiva que nem imagina. Queria eu ter tanto talento. Você é ótima e eu adoraria de verdade, continuar te acompanhando por mais tempo!

    ReplyDelete

Os comentários são moderados para evitar spam. ♥