Rascunhos.











































O serviço de meteorologia informa que a heatwave deve voltar amanhã, mas esses dois dias de interlúdio climático me restauraram a vontade de viver. E aqui temos mais uma opinião impopular que me vi forçada a admitir: eu realmente não gosto do verão. Em nenhum hemisfério.

Quando eu era mais jovem as pessoas me diziam que aquela era a melhor fase da vida e eu devia aproveitar. Por um lado eu até hoje acho que eles estavam certos; algumas coisas são, de fato, mais bonitas quando vistas através de olhos ingênuos e com o encantamento da primeira vez. Mas uma das maiores conquistas da idade adulta foi a experiência que me permitiu entender que não faz sentido querer o que os outros têm ou desejam quando eu já me conheço o bastante para saber que quero outras coisas. Que podem não fazer sentido para quem está de fora, mas deixá-las para trás em busca de uma realização "one size fits all" é garantia de frustração.

Sinto que passei os últimos três ou quatro anos da minha vida em hiato, passando a limpo os rascunhos dos meus planos para o futuro e descartando supostos "sonhos" que eu nunca realmente sonhei. Ou que talvez fossem os sonhos de infância de alguém que cresceu, mudou e ajustou suas expectativas de criança à personalidade que veio se revelando através do tempo. Perdi "amizades", fui vista como estranha, ressentida, delusional. Tentei me enquadrar e querer e sonhar parecido com os demais e assim transformei meus dias numa interminável festa chata ouvindo música ruim, bebendo vinho morno e cercada de perdas de tempo ambulantes me entediando com histórias que eu não queria ouvir.

Been there, done that, got the t-shirt and... never wore it again.
Vou ali pôr algo mais confortável, queimar uma vela, chamar Tori Amos no stereo e fazer outro bule de chá. It's finally ok to be who I am.



"There must be some other door that they are saving
behind which my happiness lies
I won't be wasting my words
To tell you hopes that I had - we can just leave it alone, for now
."

playlist 1:
1. acceptance - colliding by design
2. then jerico - the motive
3. jane weaver - slow motion
4. chain wallet - driving
5. trespasser william - different stars
6. hoops - cool 2
7. king - the taste of your tears

playlist 2:
1. manic street preachers - hold me like a heaven
2. ina wroldsen - sea
3. airiel - molten young lovers
4. maven grace - innocent dreams
5. lump - curse of the contemporary
6. maybeshewill - he films the clouds
7. icehouse - crazy
8. the go betweens - bye bye pride
9. the vaccines - maybe

7 comments

  1. "Tentei me enquadrar e querer e sonhar parecido com os demais e assim transformei meus dias numa interminável festa chata ouvindo música ruim, bebendo vinho morno e cercada de perdas de tempo ambulantes me entediando com histórias que eu não queria ouvir."
    Poha... senti como se narrasse uma parte da minha vida também; tirando o fato de que eu ainda sinto isso. Às vezes é pior, chegando ao ponto de que também tentar SER quem eu não posso (nem poderia/deveria) ser... Talvez por essas e outras que eu sou dessas que não consegue manter um diário, um blog, uma conta no Instagram, um círculo forte de amigos.
    Amo suas fotos. O Diesel é muito fotogênico. (Em tempo: eu fiz uma pergunta naquele story do insta mas, naquela hora, deu branco no nome dele *facepalm* Daí escrevi "gato". Sorry!)

    ReplyDelete
  2. A gente passa uma vida tentando saber separar o que é nosso real querer do que é influência do meio. Ainda bem que você se encontrou, se respeitou e se escutou. <3

    Boa semana, dear.

    ReplyDelete
  3. I beloved up to you'll obtain performed proper here. The
    sketch is attractive, your authored material stylish.
    however, you command get got an shakiness over that you would like be turning
    in the following. unwell surely come more previously again since exactly the similar nearly a
    lot frequently inside of case you defend this increase.

    ReplyDelete
  4. Juliana Coelho13 July 2018 at 11:43

    Muito reconfortante ler esse texto, principalmente a parte mais final. Sinto que estou no começo desse descobrimento da minha própria pessoa em relação a sonhos e desejos, estou mais instrospectiva ainda e sem o menor saco pra perder meu precioso tempo com qualquer trambolho que acha que sabe o que é bom pra mim.

    ReplyDelete
  5. eu estava bem atrasada com a leitura do blog...acho q uns 8 posts...mas ja me atualizei rsrsr ó céus, um dia eu ainda vou pra essa tal de inglaterra!!! love love love....não gosto de inverno, nem de verão....estamos no inverno aqui no hemisfério sul e hoje na minha cidade fez 31º C !!! segue a vida, boa semana!

    ReplyDelete
  6. As fotos como sempre fantásticas, quanto aos sonhos é meio estranho falar porquê eu mesmo sou tão sonhador, mas o magnetismo da realidade é verdadeiramente forte. O fato de deixar algo ou alguém para trás vez ou outra sempre aparece por aqui, mas eu não temo não, na verdade depois eu acabo achando melhor assim. Os seus textos sempre acabam me trazendo reflexões e profundidades. As playlists parecem interessantes irei tentar explora-las.

    ReplyDelete
  7. Que post inspirador! Amei as fotos, o texto... Vou ver se consigo pegar as músicas no spotify! Quanto ao verão, confesso que sou das que amam um dia de sol, praia... mas também aprecio um bom dia de chuva e um friozinho. Ainda não tive a oportunidade de conhecer um inverno mais rigoroso. Minha lista de viagens para fazer ainda está só no começo... Por enquanto viajo muito vendo blogs como o seu! Um abraço!

    ReplyDelete