Spring cleaning.















Às vezes o minimalismo que você precisa praticar não se resume a eliminar coisas tangíveis, mas também atividades, hábitos e atitudes. Fevereiro foi o mês de tirar o foco das gavetas e voltá-lo para o meu dia-a-dia, editando as coisas com que escolho ocupar meu tempo e pessoas que deixo entrar na minha vida. Resolvi aposentar alguns "hobbies" que não estavam mais proporcionando o mesmo nível de satisfação, me deletei de alguns fórums/redes sociais e doei livros que havia começado mas sabia que não tinha mais interesse em terminar - e assim desocupei não apenas o espaço que eles ocupavam nas prateleiras, mas também o meu tempo.









Essa é a raposinha que encontrei tomando sol no jardim há algumas semanas; consegui fotografar com o zoom pelo vidro da janela da varanda. Parecia tranquila, mas claramente doente; as falhas de pêlo nas costas são sintoma de mange, uma doença contagiosa em mamíferos e que infelizmente costuma ser fatal em raposas se não houver tratamento. Pensei em contactar algum santuário para vir buscá-la, mas fui depois informada de que relocar esses animais é um processo difícil e pouco aconselhado.

Postei um vídeo da raposa no instagram e logo surgiram diversos especialistas e entusiastas que sequer viram uma raposa fora do zoológico me explicando em termos pouco simpáticos que eu deveria tê-la adotado ou levado ao veterinário. Como se eu tivesse como capturar e como se animais silvestres dessem excelentes bichinhos de estimação. Nenhum serviço de proteção recomenda domesticar raposas; elas destroem a mobília, roem fios provocando risco de curto circuito/incêndio e por fim acabam descartadas em santuários quando já não conseguem mais ser devolvidas à natureza e sem garantia de aceitar a vida em captividade. Muitas vezes não resta outra alternativa senão a eutanásia.

Por causa desse episódio eu finalmente resolvi restringir replies às minhas stories apenas para pessoas que sigo, o que obviamente chateou alguns seguidores porque perdi muitos. Não sei se perceberam que ainda é possível me mandar mensagens usando o link no perfil ou se não gostaram de ter sido colocados no mesmo balaio que os grosseiros. Mas quase todos os dias em que havia atualização das stories eu recebia pelo menos uma mensagem desagradável, e isso parou. Ok, é chato perder seguidores, mas eu nunca vou ser popular naquela rede; meu feed é confuso, infrequente e não tem um "tema". O que me interessa é manter um ambiente saudável, e dificultar um pouco as mensagens impulsivas de estranhos parece ter dado certo. Sorry about the colateral damage.



Consegui com o santuário um remédio para pôr no jardim, misturado à comida. Vamos ver se funciona. Porque é assim que se resolvem problemas: com informação e seguindo procedimentos corretos.





A outra novidade do período foi a spring roadtrip de 2019: Mônaco e sul da França - parte dos alpes e a riviera francesa, que eu ainda não conhecia. Visitamos Grenoble, Cannes, Nice, St Tropez, Arles e Laguiole; tirei Biarritz do roteiro por conta da distância, mas uma noite cruzei a fronteira pra Itália e fui jantar em San Remo. O principal evento foi o clima: tivemos dias de chuva que arruinaram planos, dias de sol em praias de areia e de pedrinha, dias de neblina e frio onde dispensamos turismo em favor de lareira e vin chaud, dias de violentas ventanias que quase me arrancaram do chão, dias sem uma única nuvem num céu interminavelmente azul. Em certo momento chegou a nevar um pouco na estrada. Quase não usei a câmera porque well, blogs are kinda dead, aren't they. Mas acho que ainda tenho ânimo pra fazer uma seleção das fotos das stories para deixar aqui. Maybe soon, maybe never. Let's see.



Encontramos esse hotel abandonado nos alpes entre Grenoble e Monaco, no meio da route Napoleon. O vento estava inacreditável, a sensação térmica devia estar na casa dos negativos e eu lá, de pulôver primaveril e canelas expostas à hipotermia sofrendo pela minha arte. Risos. Mas as fotos da festa ficaram ótimas e me senti tentada a ligar pro telefone ali na placa, perguntando o preço. Imagina transformar esse hotel numa casa incrível? Cercada apenas de montanhas e céu, o mar da Côte d'Azur à (pouca) distância. E nenhum vizinho, porque como já dizia aquele famoso influencer francês, "l'enfer, c'est les autres". E eu concordo tanto que escrevi isso no braço.

20 comments

  1. Oi Lola! Adoro seu blog, venho sempre aqui pra ler seus textos e ver suas fotos que me inspiram tanto. Queria te dizer que o que vocé faz aqui me ajudou a enfrentar um periodo bem trash, quando precisava "ouvir" sobre amenidades e ver coisas bonitas pra me tirar pelo menos por um momento do buraco fedorento em que eu estava. Agora a tempestade passou, chegou a bonanza com força e eu queria sò te agradecer por vocè manter seu blog e sua autenticidade. Continuarei sempre vindo aqui porque adoro suas fotos e suas opiniòes (apensar de nào concordar com tudo mas acho òtimo conhecer outros pontos de vista, é sempre enriquecedor saber como os outros veem o mundo)! No mais, que sonho ter uma rapoza no jardim, mas acho que vocè fez mesmo a coisa certa. Uma vez peguei um filhote de blackbird achando que o bicho tava abandonado e quase matei o coitado (os filhotes ficam no chào esperando os pais trazerem comida, parecem abandonados mas sabem exatamente o que fazer e os pais estào sempre por perto). Por falta de informaçào a gente corre mesmo o risco de fazer pior mesmo na melhor das intençòes. E também adoro esses sabòes florentinos!! Um abraço da Itàlia!

    ReplyDelete
    Replies
    1. eu também fiz isso com um gatinho recém nascido, dei leite a ele na posição errada e ele acabou morrendo. eu devia ter deixado onde achei pq talvez a mãe voltasse pra buscar. fiquei ARRASADA, ainda me sinto mal quando lembro. eu era adolescente, não havia a facilidade da internet pra buscar informação ou ajuda. sou muito grata à www, aqui já resgatei filhote de raposa, pombo machucado e ouriços. :)

      Delete
  2. Sua viagem deve ter sido incrível! Com certeza a sua decisão quanto a raposa foi a melhor. Eu não consigo entender pq as pessoas se dão ao trabalho de comentar posts só pra ser grosseiros, entendo concordar ou não, dar uma dica, mas a falta de educação eu realmente não entendo.
    E suas fotos sempre lindas...

    ReplyDelete
    Replies
    1. dar dica é ok, desde que solicitada e não invasiva. mas tava demais as trolagens e agressões, melhorou muito agora. :)

      Delete
  3. Pobre raposinha. Espero que tenha encontrado uma toquinha quentinha e confortável para passar o resto do inverno.
    Acompanhei a tua viagem pelo Instagram. Tem tanto lugarzinho lindo pra se conhecer! Inclusive, 100% apoio moral (hehe) em transformar o hotel abandonado em casa :P Devem ter algumas relíquias lá dentro.
    Lolla, um dia faz um tour pelas plantas da sua casa? Depois que me despedi da jabuticabeira, fiquei com um vazio verde no coração. Ainda tenho as orquídeas e um vasinho de catnip negligenciado, mas tenho muita vontade de ter plantas de novo. Toda a vez que vejo as tuas plantinhas fico com muita vontade de procurar por aqui. (aliás, nem sem se a jabuticabeira era tóxica para gatos)

    ReplyDelete
    Replies
    1. eu tenho uma monstera que eu acredito ser meio tóxica pra gatos (mas não fatal). ele não liga muito pra plantas mas não arrisco coisas como lilly.

      já me pediram pra fazer um tour em vídeo lá no insta, mas tem uns cômodos aqui que realmente do not spark joy. cozinha principalmente, mas isso deve mudar esse ano. ;)

      Delete
  4. Qu sonho visitar a França!!! Amo suas fotos!! Que frase maravilhosa e mais verdadeira! O inferno são os outros!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. obrigada dri! espero que você possa visitar um dia, é um país belíssimo e em muitos lugares quase intocado.

      Delete
  5. "como já dizia aquele famoso influencer francês" - hahahahaha ;)

    pessoas que se dão ao trabalho de ir no blog/IG/página/perfil do outro para criticar, ser grosseiro e trollar, i can't even

    amei esse hotel ♥

    ReplyDelete
    Replies
    1. nossa, mas melhorou muito depois que eu tirei a opção de dar reply direto nas stories. daí concluimos que esse povo além de chato é preguiçoso, hahaha. ;)

      Delete
  6. feliz primavera :)
    eu achei a raposinha tão linda, mas tenho total acordo com a tua posição e realmente acho bastante desagradável esse tipo de cobrança que vem de forma agressiva por quem acha que é nosso dever humanizar animais e tira-los de sua lógica e habitat por acharmos ser o melhor para eles. No fundo para mim é de um egoísmo travestido de simpatia.

    sua reflexão sobre o que abandonar é perfeita. acho que o inverno deve mesmo causar essa sensação de introspecção que nos faz repensar valores e o que realmente importa. E assim florescer na primavera de peito mais aberto e sem tantas bagagens acumuladas.

    Não te sigo no Instagram e realmente não sei o que estou esperando.
    Um grande beijo
    Jess
    https://www.aptox.com.br/

    ReplyDelete
    Replies
    1. eu acho raposas lindíssimas, mas são animais silvestres e não pets. é pra admirar na natureza, não pôr em casa e nem tentar "resgatar" de qualquer jeito né? beijo!

      Delete
  7. Sempre venho aqui no seu blog pela manhã, me sinto feliz olhando suas fotos, sinto como estivesse no local kkk. Não desanime em suas postagens. Estarei sempre por aqui olhando.
    Amei a foto da raposa.

    ReplyDelete
    Replies
    1. puxa elane, obrigada pela fidelidade. <3 pena que eu quase não atualizo... você deve se frustrar vindo aqui sem achar post novo. faz conta num reader e cadastra todos os seus blogs preferidos, assim você é avisada quando tem post novo. :)

      Delete
    2. Não fico não, aproveito para olhar as antigas que ainda não vi.

      Delete
  8. Fui lendo e esperando ansiosamente pelo seu comentário a respeito do cheiro do sabão "romantica" e alguma piadinha infame com o nome, quando percebi que talvez eu esteja muito mal acostumada com as suas descrições nas coisas :P fui corrompida!

    Quanto à raposinha, outro dia a Taís do nyrdagur também postou uma com o rabinho completamente comido pela sarna. Será que o inverno abaixou a imunidade delas e contribuiu pra que isso acontecesse? Bom, eu espero que o tratamento dê certo e ela melhore rápido. Você tem uma "vizinha" e tanto :')
    O melhor a ser feito com pessoas desagradáveis é ignorar, normalmente elas posam de puritanas na internet e na vida real viram as costas para os animais que cruzam o caminho delas. Vai entender...

    E mulher, pelamordedeus, cadê as foto das comida tudo dessa viagem mara? Hahahaha

    Beijos! <3

    ReplyDelete
    Replies
    1. sabão romântico: o único que manda flores, liga no dia seguinte e canta evidências no seu ouvido depois da briga; mas use pouca água, senão fica grudento. (pronto, a gente tarda mas não falha, hahaha)

      mange é bem comum em raposas, especialmente as que vivem em cidades. eu também espero que ela melhore, tadinha. adoro raposas, acho animais belíssimos. mas não são pets.

      comida francesa não me emociona muito não, e na maior parte dos dias eu não comi nada muito fotogênico a ponto de fotografar (nem mesmo o aligot, mas esse eu fotografei sim)

      Delete
    2. Não falhou mesmo, eu dei uma gargalhada tão alta que doeu a barriga hahahahaha

      Triste pela comida entediante... eu acho que se visitasse a França, gostaria de fazer um tour pelos jardins franceses (aloka viciada nas séries do Monty Don) e esqueceria até de comer. <3

      Delete
  9. triste pela raposa...espero que ela fique ai por perto e que você possa dar o medicamente a ela.

    triste pelas pessoas que se acham no direito de dar pitaco em tudo com base em nada =P

    eu visito o seu blog já faz alguns anos, acho ele muito preciso e gosto de guardar ele para os momentos mais tranquilos, assim posso aproveitar os textos divertidos e as fotos que sempre me fazem esquecer o que tem em volta. é muito bom, na verdade é o único que ainda acompanho, pois sempre me traz um sensação boa =)

    ReplyDelete
  10. A internet cada dia mais cheia de gente sem noção... Quanto à raposinha, espero que ela tenha melhorado. Tão lindinha, especialmente no lugar ao qual ela pertence. Tu és uma fada sensata. <3

    ReplyDelete